Pensa que comer queijo é um pecado mortal? Pelo contrário, até traz benefícios. Um novo estudo afirma que, para além deste alimento conter uma bactéria que permite retardar o envelhecimento, a maior parte dos lacticínios podem ajudá-lo a viver mais tempo.

A investigação foi realizada pela Sociedade Europeia de Cardiologia e apurou que, à exceção do leite, a ingestão de outros lacticínios previne a mortalidade precoce e, em particular, a relacionada com episódios cerebrovasculares (tais como AVCs).

O estudo consistiu no acompanhamento de uma amostra de 24.474 adultos com uma média de idades de 47,6 anos, ao longo de seis anos. Durante esse período forma registadas 3.520 mortes, sendo que 826 foram causadas por cancro, 709 por paragens cardíacas e 228 por incidentes cerebrovasculares.

Através da análise dos hábitos desta população, os investigadores concluíram que o consumo de lacticínios está associado a um menor risco de mortalidade. O queijo, em particular, foi associado a uma taxa de mortalidade 8% inferior.

Fonte: Notícias ao Minuto